ITGROW


escrito por shiftappens em January 15, 2015

A iTGrow tem sede em Coimbra e um centro de desenvolvimento de competências na Maia.

É uma empresa participada equitativamente pelo Banco BPI e pela Critical Software e tem como objetivo atrair, selecionar e complementar a formação de jovens engenheiros mediante um programa de formação e treino de competências on-the-job.

supported-by-itgrow

A iTGROW promove o desenvolvimento de competências valorizadas pelo mercado de IT através da exposição dos seus colaboradores às melhores práticas, envolvendo-os em projetos exigentes e ambiciosos, no domínio da engenharia de software.

Destaques:

1. Formação – De forma a colaborar ativamente no desenvolvimento de competências e crescimento profissional dos seus colaboradores, a iTGROW aposta numa formação que decorre em paralelo com a integração num projeto real. Desta forma, torna-se possível conciliar a prática nos projetos com formação teórica, acelerando a capacidade de retenção de conhecimentos por parte dos formandos. Na iTGROW a formação tem 4 componentes distintas:

 Formação on-the-job: Passagem de conhecimento informal, dinamizada pela equipa de projeto onde o colaborador está inserido (ninguém trabalha sozinho), garantindo que todos os juniores têm acompanhamento sénior de proximidade.

 Programas de tutoria: Trata-se do coração do programa formativo: são programas inovadores e foram desenhados especificamente para a iTGROW. Pretendem acelerar a curva de aprendizagem dos novos colaboradores passando-lhes, de forma estruturada, todas as práticas e processos usados na empresa.

 Formação em soft-skills: Ações de formação dinamizadas 1 a 2 vezes ao ano, totalmente focadas no desenvolvimento de competências comportamentais como Comunicação, Gestão de Tempo e Orientação ao Cliente.

 Formação complementar: Os conteúdos deste tipo de formação são identificados em função das necessidades específicas dos projetos, ou funções a desempenhar, podendo também ser necessárias para colmatar alguma lacuna de base detetada.

 2. Projetos Desafiantes – Quando chegam à iTGROW, os colaboradores são integrados em equipas de desenvolvimento de software da Critical Software ou do BPI, frequentando simultaneamente um programa de formação profissional. Os projetos a que ficam alocados são reais, exigentes e ambiciosos e configuram um excelente contexto para aprendizagem e evolução. Podem inserir-se em mercados tão distintos como Banca, Seguros, Governo, Saúde, Telecomunicações, Segurança, Espaço, Defesa, Transportes, etc. A mobilidade internacional em contexto de projectos de engenharia também é possível na iTGROW, com permanência mais ou menos prolongada no estrangeiro.

3. Acompanhamento on-the-job – A eficácia do acompanhamento nas dificuldades que surgem no dia-a-dia do projeto de desenvolvimento é crucial, especialmente para quem ainda não tem experiência profissional significativa. Por acreditamos que só de forma continuada e permanente é possível complementar a formação académica com conhecimentos práticos, na iTGROW existe uma grande proximidade entre os elementos mais experientes dos projetos de engenharia e os mais júniores, que acabam de sair da universidade, proporcionando um O bom relacionamento com os colegas da equipa, a disponibilidade que todos mostram para ajudar e a acessibilidade dos elementos mais séniores são, muitas vezes, destacados pelos colaboradores da iTGROW como ponto forte da organização.

Curiosidades:

 4º Aniversário:  Criada em 25 de Outubro de 2010, a iTGROW celebrou recentemente 4 anos de atividade e está à procura de 20 novos jovens engenheiros para integrar a sua equipa entre Fevereiro e Março de 2015.

2

 Programa Acertar o Rumo:   Criado em 2013 pela iTGROW e a Universidade de Coimbra, em parceria com o IEFP, esta é uma iniciativa que pretende requalificar os profissionais, ajustando a procura e a oferta no mercado de IT. O programa é composto por duas fases: Curso de Programação em Java na Universidade de Coimbra (10 meses) + Estágio Profissional em uma das empresas aderentes (12 meses). É dirigido a profissionais de áreas com boas capacidades de raciocínio lógico e matemático mas que, sem oportunidades de emprego na sua área de formação original, e com gosto pela área da programação, configuram excelentes candidatos para acertar o rumo. Neste momento encontram-se 20 estagiários da 1ª edição nas empresas e 20 formandos da 2ª edição no DEI a estudar. Em breve sairão novidades sobre a 3ª edição.

2

 iTGROW em Maputo:   Dois anos após o lançamento do programa iTGROW em Portugal, o conceito de academia de formação foi também implementado em Maputo, dando oportunidade a jovens moçambicanos de desenvolverem as suas competências e evoluírem profissionalmente na área das tecnologias de informação.


Deixa um comentario